Responsável Técnico:
Felipe Rodrigues de Souza - CRO: 96525 - CROSP/CL:12483

Destaques

Desmistificando o Botox ( Toxina Botulínica)



COMO FUNCIONA O BOTOX? DENTISTA PODE FAZER?

O Botox age desativando as terminações nervosas, impedindo assim a contração muscular. O relaxamento muscular começa a ser observado no segundo dia e aumenta até o décimo quarto dia, onde se pode observar o ápice do seu resultado clínico. O tempo mínimo para se realizar nova aplicação é de oito semanas, para reduzir a incidência de imunização. Estudos mostram que o tempo médio de duração do mesmo é de 4 meses. A Odontologia possui competência técnica e autorização do conselho para administrar a substância em todo o rosto.


QUAIS OS FINS DO USO DO BOTOX?

As aplicações podem ser terapêuticas e/ou estéticas:

Terapêuticas: aplicações em protocolos preventivos, controle
do bruxismo, cialorréia (excesso de produção de saliva), controle de cefaléias, disfunções tempôro-mandibulares e dores oro faciais.

Estéticas e/ou estético-funcionais: sorriso gengival,
assimetria de sorriso, lifting de ângulo de boca, lifting de ⅓
inferior e médio da face, atenuação de rugas dinâmicas
periorais (ao redor da boca), assimetria de face, hipertrofia de masseter.

COMO É FEITA A APLICAÇÃO DO BOTOX?

A aplicação e relativamente simples, rápida e indolor. Os locais de aplicação do tratamento devem ser devidamente desinfetados. Injeta-se a toxina com seringas de insulina. São sutis perfurações que normalmente ficam imperceptíveis logo após a aplicação. O volume de injeção é dependente da correção desejada. Contudo, recomenda-se não exceder 3 ml por sessão.

QUAIS AS COMPLICAÇÕES NO USO DO BOTOX?

As complicações com uso do botox, geralmente são passageiras e consistem em:

Relativas ao procedimento:
- Dor
- Hematoma
- Infecção local

Relativas ao produto:
- Alergia
- Formação de anticorpos
- Alteração da sudorese
- Paresia muscular
- Hipotrofia muscular local
Existem contraindicações para o uso do botox?
- Alergia conhecida ao botox e/ou excipientes
- Infecção local
- Gravidez e lactação.
- Ausência de resposta ao botox por imunização contra o produto
- Transtornos generalizados da atividade neuromuscular (miastenia
gravis, ELA ou similar)

Quer ler sobre o “medo de fazer a toxina botulínica”? Leia, aqui: http://www.perfectdents.com.br/noticia/devo-ter-medo-de-tratamentos-esteticos-como-a-toxina-botulinica-/46/


,